É tempo de amadurecer

O outono é uma das minhas épocas preferidas do ano porque ele não é nem tão quente, nem tão frio, porque ele encerra aquele calor, a abundância de sol e a sensação de férias do verão e anuncia a chegada do meu querido e acolhedor inverno.

Como acredito muito na ligação das fases e condições da natureza aos nossos movimentos da vida, não consigo me enxergar desconectada do que acontece ao meu redor e talvez por isso, me identifique tanto com o outono. Sendo ele, uma estação de passagem, sempre aproveito o momento para rever tudo o que fiz no período de muita luz, de muita exposição e o que irei gestar durante a típica recolhida do inverno, que é quando tendemos a nos voltar mais para dentro de nós mesmos.

Quando você pensa no outono, também não lhe vem à cabeça todas aquelas folhas amareladas e caídas no chão? A princípio, fica a impressão de que a árvore vai morrer com tantas perdas, mas ela pratica esse desapego, justamente, para poder sobreviver ao inverno que se aproxima. É como se ela se renovasse para sobreviver às próximas estações. Portanto, para mim, outono também é época de organização, de avaliação e de fluidez.  De deixar ir o que já não me serve mais (literalmente).

1

Para continuar lendo, clique AQUI.

Anúncios